OS RESULTADOS DOS ATLETAS BRASILEIROS NOS JOGOS PARAPAN-AMERICANOS LIMA/2019 A PARTIR DOS DADOS LEVANTADOS PELO INSTITUTO INTELIGÊNCIA ESPORTIVA

02/09/2019 – Por Lucas Chagas e André Marsiglia Quaranta/Inteligência Esportiva.

A delegação brasileira alcançou pela quarta vez consecutiva a primeira posição no quadro de medalhas em Jogos ParaPan-Americanos, superando o número de vitórias entre todas as campanhas anteriores (ver figura 1). Nesta última edição realizada, 308 medalhas foram conquistadas, sendo 124 de ouro, 99 de prata e 85 de bronze. Este número de medalhas superou o desempenho alcançado em 2015, no ParaPan realizado em Toronto, Canadá, em que o Brasil conquistou 257 medalhas, sendo 109 de ouro, 74 de prata e 74 de bronze.

Figura 1 – Medalhas conquistadas pelo Brasil em Jogos ParaPan-Americanos desde 2007

Fonte: Inteligência Esportiva.

Dos 315 atletas brasileiros que compuseram a delegação, 200 (63,5%) eram homens e 115 (36,5%) mulheres. Distribuídos regionalmente, 48,3% dos atletas são nascidos na região Sudeste; 32% na região Sul; 18% são do Nordeste; 12,6% da região Centro-oeste; e 8,8% da região Norte.

Ao todo, 249 (79% do total) atletas brasileiros receberam medalhas no ParaPan de Lima/2019, considerando também os que participaram apenas das eliminatórias das provas de revezamentos e os esportes coletivos. Dentre os medalhistas, 125 (45%) são mulheres e 153 (55%) homens.

Atletas que fazem parte do programa Bolsa Atleta

Dentre os atletas que participaram do ParaPan de Lima/2019, 261 (82,8%) são contemplados pelo Programa Bolsa Atleta, da Secretaria Especial do Esporte: 101 (39%) atletas pertencem a categoria Pódio; 57 (22%) da categoria Olímpica; 42 (16%) da categoria Internacional; 80 (23%) da Nacional; e 1 (0,3%) da Estudantil. Apenas 21, das 308 medalhas conquistadas, não tiveram participação de bolsistas do programa. O investimento do Bolsa Atleta ultrapassa os R$ 14 milhões em 12 meses.

Figura 2 – Medalhistas que fazem parte do programa Bolsa Atleta no ParaPan de Lima/2019

Fonte: Inteligência Esportiva.

Das 17 modalidades esportivas que estiveram presentes nos Jogos ParaPan-Americanos de Lima/2019, a delegação brasileira conquistou medalhas em 16 delas com a participação de atletas pertencentes ao Programa Bolsa Atleta. Sendo assim, das 308 medalhas, 287 delas foram conquistadas por atletas que fazem parte do programa, com 118 medalhistas de ouro, 92 de prata e 118 de bronze, conforme pode ser observado na figura 2.

Perspectivas para os Jogos Paralímpicos de Tóquio/2020

Na natação, modalidade esportiva com maior número de medalhas no ParaPan de Lima/2019, o atleta Daniel Dias confirmou o seu favoritismo nos jogos, conquistando 5 medalhas de ouro na classe S5: nos 50 m costas, 50 m livre, 50 m borboleta, 100 m livre, 200 m livre e no revezamento 4×100 m medley 34 pts masculino. Outro atleta que ganhou destaque foi Phelipe Andrews Melo Rodrigues, que conquistou 5 medalhas de ouro e uma de bronze, classe 10.

Seleção brasileira de natação nos Jogos ParaPan-Americanos Lima/2019. Foto: Ale Cabral/CPB

Na natação feminina, as atletas Cecilia Kethlen Jeronimo de Araujo (4 de ouro e uma de bronze, classe S8-S9), Joana Maria Jaciara da Silva Neves Euzebio (4 ouros e uma prata, classe S5) e Maria Carolina Gomes Santiago (4 medalhas de ouro, classe S12-S13) também se destacaram de maneira expressiva, o que amplia ainda mais as possibilidades da seleção brasileira de natação para os jogos de Tóquio ano que vem.

Nos esportes coletivos, os destaques do ParaPan que apontam possibilidades para o Brasil em Tóquio/2020 ficam a cargo das seleções do futebol de 5 (masculino), basquete em cadeira de rodas (masculino), vôlei sentado (masculino), e goalball (masculino e feminino), todas conquistaram o mais alto degrau no pódio em Lima/2019 e podem se destacar nos Jogos Paralímpicos em 2020.

 

Seleção brasileira feminina de goalball nos Jogos ParaPan-Americanos Lima/2019. Foto: Douglas Magno/EXEMPLUS/CPB.

Vale lembrar que as modalidades parabadminton e parataekwondo estiveram presentes pela primeira vez nos Jogos ParaPan-Americanos Lima/2019 e também farão parte dos Jogos Paralímpicos de Tóquio/2020. No parabadminton, o Brasil conquistou medalhas de ouro com os brasileiros Julio Cesar Godoy e Marcelo Alves Conceição (dupla masculina, classe WH1-2); Vitor Gonçalves Tavarez, classe SS6 masculino; Eduardo Regis de Oliveira, classe SU5 masculino; e Mikaela da Costa Almeida, classe SU5 feminino. No parataekwondo, Nathan Cesar Sodario Torquato (categoria até 61 kg, classe K44 masculino) e Silvana Mayara Cardoso Fernandes (categoria até 68 kg, classe K44 feminino) conquistaram medalha de ouro no ParaPan de Lima.

 

Nathan Cesar Sodario Torquato – de azul – (parataekwondo, categoria até 61 kg, classe K44 masculino). Foto: Ale Cabral/CPB.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *